Escolha uma Página

10 erros comuns a uma pregação

Renato Vargens

O primeiro passo para uma boa pregação é o comprometimento com a Bíblia, a palavra de Deus.

O estudo das Escrituras Sagradas com dependência do Espírito Santo deve fazer parte da vida de qualquer pessoa que dedica a vida à pregação do Evangelho.

Assine o Blesss

Nesse estudo do pastor Renato Vargens, saiba quais são os 10 erros mais comuns a uma pregação nos dias de hoje, e como você pode melhorar suas pregações para honra e glória de Deus.

O estudo faz parte da série Fundamentos da Pregação Expositiva que você encontra no Blesss.

1. Alegorização das Escrituras

Uma das principais características de um pregador que não tem conhecimento das Escrituras é a alegorização da Bíblia.  Essas pessoas usam suas pregações para veicular coisas que a Bíblia não ensina. O Protestantismo trouxe a visão de livre exame das Escrituras, e não livre interpretação. Grandes homens de Deus como Lutero e Calvino rejeitavam a alegorização das Escrituras. A Bíblia não nos ensina a mudar e mexer no texto conforme nossa vontade.

“O pregador deve tomar cuidado para não colocar no texto e na boca de Deus aquilo que o texto e o Senhor nunca disseram. Fazer isso é pecar contra Deus e contra as Escrituras” – Renato Vargens

Assine o Blesss

 2. Ausência de uma Hermenêutica

Outro problema comum na vida de muitas pessoas é a ausência de conhecimento sobre uma hermenêutica bíblica, como a Bíblia deve ser interpretada. Como consequência, é comum ouvirmos nos púlpitos os mais diversos absurdos que causam confusões doutrinárias e profundas heresias.  O pregador lê, explica e aplica o texto. Tudo isso conforme o que o texto de fato está dizendo. O pregador precisa ser fiel ao que o autor realmente quis dizer. O pregador deve estar em profunda dependência do Espírito Santo. O Espírito de Deus precisa estar iluminando o texto para que realmente se entenda o que ele quer dizer, e se transmita de forma fiel à congregação. As línguas originais devem ser analisadas para melhor compreensão do texto bíblico conforme revelado. Para isso, o pregador deve ser uma pessoa estudiosa.

3. Exagero das expressões coloquiais e chavões eclesiásticos

“É treva”, “É laço”, “Varão ungido”, são muitos os chavões e expressões coloquiais utilizados no vocabulário evangélico. O problema é quando essas expressões são usadas de forma exagerada, tomando 80% do conteúdo da mensagem. Quando isso acontece, as Escrituras são deixadas de lado e as pessoas não são alimentadas.

Assista este Estudo na integra no Blesss

Mistura de textos bíblicos fora de contexto, ênfase na satisfação das necessidades humanas, foco em autoajuda e bem-estar humano são alguns dos demais principais erros a uma pregação, muito comuns nos dias de hoje. Para conferir a lista completa dos 10 erros mais comuns, assista o estudo completo de Renato Vargens no Blesss. Algumas séries de estudos e cursos que você vai encontrar no Blesss: Família, Aconselhamento Cristão, Homens numa visão Cristocêntrica, Mulheres numa visão Cristocêntrica, História da Igreja, História da Reforma, Mensagens Devocionais, Sexualidade Sadia, Fé e Ciência, Missões, Bibliologia, Consciência Teen, Consciência Jovem, Cosmovisão Cristã, Cristianismo e Sociedade, Drogas, Cristologia, Análise Doutrinária, Educação por Princípios, Literatura, Bíblia e Cristianismo, Realidade da Igreja Brasileira, Eclesiologia, Voltando a palavra de Deus, entre outros.

Faça sua assinatura por R$14,90 por mês

Esse valor de assinatura é para manter a plataforma no ar (servidores, desenvolvedores), ajudar com as despesas de criação de conteúdo (gravação, edição, roteiro, edição e impressão dos livros, correios, etc), e ajuda a manter a gratuidade do evento Consciência Cristã que hoje tem a participação de 20 mil pessoas por dia durante o Carnaval em Campina Grande-PB. Valor da assinatura válido até dezembro de 2017
Renato Vargens
+ Estudos

Renato Vargens é Pastor, conferencista, tendo já pregado o evangelho em países da América do Sul, Norte, Caribe, África e Europa. É plantador de Igrejas e escritor com 24 livros publicados em língua portuguesa e 1 em língua espanhola. É também colunista e articulista de revistas, jornais e diversos sites protestantes, editor do site www.renatovargens.com.br e pastor sênior da Igreja Cristã da Aliança em Niterói.